CARRINHO

CARRINHO

0,00 €
Valor total:
FlaskaBlog 
22
Nov

Black Friday Weekend

06
Jun

Emoto Peace Project

11
Jul

O Problema Do Plástico

28
Out

Flaska na feira Biofach

28
Out

Hidratação no Inverno

28
Out

Novidade! Flaska I Feel Slovenia

28
Out

Viktor Schauberger ICOST 2014

25
Mar

Flaska na Califórnia

27
Fev

100.000 garrafas Flaska

16
Dez

Edição Especial - Flaska Rudolph

15
Nov

2013 Water Conference

16
Out

Novidade! Jarro Vodan

30
Set

Conheça a Flaska - Temos nossa própria animação

22
Ago

Espante a tristeza pelo fim do verão com a Flaska

12
Jul

Flaska Cork – fabricada artesanalmente pela natureza

22
Maio

Flaska Grip - Aderência vibrante

07
Maio

Flaska Zabi

06
Fev

Flaska Valentine's

10
Dez

Snowy Flaska

14
Nov

Feira Biocultura em Madri

01
Out

Evapo image - a cara da Flaska

24
Ago

A equipe Flaska anda de bike

21
Maio

Escalada com Randy Huntington

10
Maio

Novidade!!! Coleção Flaska Horoscope

16
Abr

A equipe Flaska anda blogando!

06
Mar

Quando a Flaska se torna parte de uma "identidade de marca pessoal"

01
Fev

Nova coleção Flaska Neo Design!

16
Jan

A Flaska na Conventa

11
Jan

NOVIDADE - Jarro Viktor e a nova Flaska Neo pinky!

20
Dez

Flaška na internet

10
Nov

NOVIDADE!!! Flaška Lady

01
Nov

A Flaška nos EUA e na Inglaterra

20
Out

NOVIDADE! Flaška Crystal

28
Set

Quem vai vestir as novas garrafas Flaška?

15
Set

Família Flaška

16
Ago

A Flaška ajuda a aprender melhor

26
Ago

A história da Flaška

04
Jul

A Flaška agora pode ser comprada com o sistema PayPal

28
Jul

A Flaška apoia o POM  (Projeto de Conscientização da Saúde Mental)

26
Ago

O vidro é o melhor material para armazenar água

11
Maio

Vitrum: O vidro é o melhor material para a embalar água

26
Abr

A garrafa Flaška Radol’ca marca presença na Eco Conference

20
Abr

O Projeto Flaška na Zadobrova Primary Eco–School

21
Mar

Impressões sobre a Feira Altermed

O Problema Do Plástico

Publicado: 11.07.2017

O plástico é um dos produtos mais utilizados no nosso dia-a-dia. A nível mundial, os números do seu consumo são assustadores, é importante conhecermos os problemas a ele relacionados, as consequências do seu consumo abusivo e dos materiais que o compõem, bem como encontrar soluções que sejam postas em prática no nosso dia-a-dia.

 

Os Problemas

 

A maior parte dos artigos plásticos são utilizados simplesmente pela sua conveniência. Os números da utilização desses artigos são alarmantes. Em apenas uma semana, são consumidos mais de 10 mil milhões de sacos plásticos no mundo. Nos EUA, 2.5 milhões de garrafas de água são consumidas por hora, enquanto que 500 milhões de palhinhas são usadas diariamente.

 

A produção do plástico envolve custos ambientais muito altos. Desde a extracção da matéria-prima (petróleo – não renovável) à manipulação e transporte da mesma e os subprodutos nocivos, derivados da produção. E claro está, o gasto energético inerente a todos estes processos.

 

Por outro lado, há a reciclagem que é bastante importante, sem dúvida, mas nunca será a solução para o crescimento de consumo do plástico. Pese embora o facto, de muitos dos produtos plásticos poderem ser reciclados, as taxas de reciclagem são, regra geral, baixas – especialmente fora de casa, em eventos ou locais públicos. É também relevante lembrar os custos energéticos associados à reciclagem.

 

As consequências

 

As pessoas estão cada vez mais preocupadas com os impactes negativos da utilização do plástico na confecção e armazenamento da comida e bebidas. Um aditivo comum na produção do plástico é o BPA (Bisfenol A).  Este composto, que é libertado de forma imperceptível nos alimentos e nas bebidas (quando armazenados em recipientes plásticos que contenham BPA na sua composição), pode ter implicações graves para a saúde. Tais como: alterar o funcionamento das hormonas da tiroide; multiplicar as células de gordura; modificar a produção de insulina no pâncreas ou mesmo efeitos negativos no desenvolvimento do sistema neurológico. Estes desequilíbrios estão relacionados com doenças como o cancro da mama e da próstata, a diabetes, a infertilidade, tumores nos órgãos reprodutivos, entre outras.

 

O lixo dos oceanos é um dos grandes perigos para a integridade dos ecossistemas marinhos. Os problemas mais comuns são, a ingestão dos plásticos (confundidos com alimento) e o emaranhamento dos animais, que muitas vezes ficam presos aos detritos existentes e não se conseguem libertar. Estima-se que 80% do lixo nos oceanos é proveniente de terra. Mais de 270 espécies de animais marinhos são afectadas pelos detritos acumulados no mar, mas a extensão exacta do problema é ainda desconhecida.

 

As soluções

 

A solução para este problema passa por uma mudança de consciência e hábitos. Todos nós podemos contribuir para a redução do consumo de plástico. Utilize menos plástico!

 

Ficam aqui algumas sugestões:

 

  • Substitua a água engarrafada por uma garrafa de água de vidro ou metálica;
  • Não utilize sacos plásticos de supermercado ou outros locais de compra;
  • Evite utilizar palhinhas;
  • Compre a granel;
  • Reutilize recipientes de vidro para armazenar alimentos;
  • Utilize mais fraldas de pano;
  • Coma mais fruta e beba menos sumos;
  • Dê prioridade a outros materiais nas suas escolhas diárias.

 

Fontes:

http://www.pensamentoverde.com.br/dicas/16-maneiras-de-reduzir-o-consumo-de-plastico/

http://www.plasticfreejuly.org/the-issues.html